O novo gestor pós pandemia

18 jun 2020 AMS, Artigos, Áudio e Vídeo, Cases, Infraestrutura, Security Talks, Tecnologia de Segurança, Varejo

Tema: O novo gestor pós pandemia
Convidado especial: Antonio de Mello Neves
Participantes Avantia: Mário Tranche, Julia Karenina, Claudinei Costa

Como já era de se esperar, a conversa com Antonio Neves, Country Security Manager da Heineken, foi leve e trouxe muito conteúdo para o Security Talks Online. Falamos muito sobre as tendências da segurança, principalmente em relação ao perfil do gestor, que deve ter uma visão ampla e muito humanizada.

O que esperar dos próximos dias, não sabemos, mas rapidamente nos adaptamos aos novos modos de trabalho, como o Home Office, e a todas as vantagens e desafios que este movimento nos traz.

Com amplitude robusta em todo o território nacional em mais de 70 unidades, os times operacionais, táticos e estratégicos, da segurança da Heineken segue com reuniões diárias. Existem desafios, como passar instruções práticas às áreas operacionais, que seguem em atuação presencial no dia a dia, mas tecnologias e ferramentas agregam neste cenário.

A Heineken não parou durante a pandemia e, ao contrário, está se reinventando e criando novos modelos de trabalho, com constantes atualizações. A segurança nesta empresa é prioridade, e sempre antes de novos investimentos, avaliam Business Cases para optar por soluções úteis a longo prazo.

O novo papel da área da segurança
Nunca a área de segurança empresarial foi tão parceira da estratégia do negócio. Hoje, esta área se destaca, ajuda o comitê de crise, o board e influencia em decisões estratégicas. Na opinião do Antonio Neves, não há outra área tão alinhada e capacitada para falar de gestão de riscos e gerenciamento de crise. Este é o momento da área de segurança se redescobrir, se reinventar e voltar mais forte do que nunca, contando com grandes parceiros.

Inovação
A primeira operação do mundo da Heineken que colocou ronda com drone foi no Brasil. É um orgulho para a empresa ter potencializado o equipamento para fazer uma boa segurança e tirar o risco da pessoa, sem ter redução de equipe, já que esta foi realocada para outras funções.

A gestão de segurança humanizada
Antonio ressaltou diversas vezes durante a conversa, a importância de cuidar da equipe “Security Team”, ter uma gestão humanizada e próxima, e usar recursos para que evitem contato direto com riscos.

O novo gestor de segurança na pós pandemia deve ser assim: inovador, aberto a mudanças e a constantes atualizações, e utilizar a tecnologia e a inovação para gerenciar equipamentos, agregando valor ao processo de segurança.

Assista esta deliciosa conversa na íntegra:

Assine nossa newsletter

Close Bitnami banner
Bitnami